Enfermeiros espanhóis prescrevem medicamentos

Imagem da notícia: Enfermeiros espanhóis prescrevem medicamentos

O Congresso espanhol declarou, unanimemente, que os enfermeiros têm capacidade para prescrever medicação não sujeita a receita médica, contra o parecer da classe dos médicos.

A medida aplica-se desde Dezembro de 2009, mas o presidente do Conselho Geral de Enfermagem do país, Máximo Gonzalez, explicou à imprensa que no fundo isto é uma oficialização do que já se fazia em casos urgentes, sem se cometer uma ilegalidade.

As entidades decisoras espanholas admitem que esta permissão se poderá alargar aos fármacos sujeitos à prescrição clínica.

Em Portugal, a nova lei do país vizinho levantou a questão aos representantes de ambas as profissões. O bastonário da Ordem dos Médicos, Pedro Nunes, rebateu em absoluto este quadro regulamentador, qualificando-o como “absurdo” e como uma forma dos governos pouparem dinheiro. Carlos Maurício, bastonário da Ordem dos Enfermeiros, também não reconhece quaisquer vantagens ao modelo.

À semelhança da Espanha, França, Reino Unido e Canadá já decidiram atribuir mais responsabilidades à profissão enfermeiro, no sentido de optimizar os recursos humanos. No Reino Unido, os enfermeiros ocupam-se, inclusive, da realização das endoscopias digestivas.

 

 

9 Março, 2010
Atualidade

Notícias relacionadas

Webinar: “Medicina orofacial e oftalmologia”

É já amanhã (15 de abril), que decorre o XI Webinar gratuito, de Medicina orofacial e oftalmologia, um evento que conta com o apoio da Associação Portuguesa de Medicina Dentária Hospitalar (APMDH) e do Núcleo de Formação e Investigação em Cirurgia, Implantologia e Reabilitação Oral.

Ler mais 14 Abril, 2021
AtualidadeEventosFormação