Atrasos no pagamento comprometem cheques-dentista no norte

Imagem da notícia: Atrasos no pagamento comprometem cheques-dentista no norte

Na edição de hoje do Jornal de Notícias são já várias as vozes de médicos dentistas do norte que ameaçam recusar pacientes com cheque-dentista. O agudizar desta situação deve-se aos inúmeros pagamentos em atraso, há já vários meses.

O secretário-geral da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), Paulo Melo, arrisca uma dívida orçada em “quatro milhões de euros”.

Este montante refere-se ao norte, a única região que ainda não resolveu os problemas com a ligação entre os sistemas informáticos que fazem a conferência dos cheques e processam o pagamento após emitido o recibo.

Paulo Melo garante que “o acumular de dívidas já põe em causa alguns consultórios”. E a situação ameaça piorar até ao final de Agosto, uma vez que os cheques das crianças têm validade até ao dia 31 do próximo mês e deverá registar-se agora uma corrida às clínicas.

Confrontado com a questão, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Manuel Pizarro, reconhece que “a situação não está totalmente resolvida”, mas está a melhorar.

Faz, contudo, contas diferentes das da OMD para o norte: estão em dívida 2,38 milhões de euros, dos quais 1,2 milhões serão pagos até ao fim do mês. “O resto está a ser processado”.Mas são contas que envolvem apenas “cheques já facturados” e não englobam a totalidade dos tratamentos.

Manuel Pizarro admite dificuldades da administração e atraso na conferência de cheques, mas garante que muitos consultórios também se atrasaram no envio de recibos.

Fonte: JN

23 Julho, 2010
Atualidade

Notícias relacionadas