William Arnett institui a primazia do rosto em relação à mordida

A Aula Magna da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) encheu-se para conhecer as perspectivas de um nome maior da cirurgia ortognática mundial.

William Arnett recebe, das mãos do presidente do congresso João Correia Pinto, uma recordação pela presença no Porto.

Mais de 200 congressistas, maioritariamente estomatologistas e médicos dentistas, seguiram com olhar de lince as transformações operadas nos vários casos clínicos que William Arnett exibiu durante todo o primeiro dia de congresso.

O especialista em cirurgia ortognática explanou, detalhadamente, a sua técnica e envolveu a plateia com questões, que culminavam em respostas de uma simplicidade desarmante.

A apresentação do norte-americano William Arnett marcou, em definitivo, a edição deste ano do Congresso de Ortodontia da FMUP, onde a valorização estética e o tratamento orientado pela face foram os protagonistas.

A mudança de paradigma trazida pelo cirurgião ortognático institui a primazia do rosto em relação à mordida. “Os dentistas são formatados para tratar dos dentes, mas os elementos dentários estão ligados a uma face e às respectivas vias aéreas. E quanto mais cedo os dentistas se aperceberem disto mais rapidamente assumem a sua responsabilidade pelo aspecto geral do paciente, proporcionando-lhe um tratamento completamente diferente”, remata William Arnett.

 

Leia a reportagem, na íntegra, na próxima edição da revista DentalPro.

6 Agosto, 2010
Atualidade

Notícias relacionadas