Estudo comprova viabilidade da textura da zircónia

Um estudo recente vem demonstrar que a zircónia ‘prettau’ polida quase não provoca abrasão.

Estes dados vêm contrariar as críticas lançadas por alguns profissionais, que consideravam este material demasiado abrasivo, podendo provocar desgaste acelerado dos dentes naturais. Divulgado pela empresa transalpina Zirkonzahn, este estudo, que vai de encontro aos resultados de outras análises semelhantes realizados por entidades indepedentes, permitiu ainda compreender que tanto a cerâmica estratificada de recobrimento, como o esmalte do dente natural, produzem mais desgaste do que a zircónia ‘prettau’.

30 Dezembro, 2010
Atualidade

Notícias relacionadas

Grande Prémio Ciência Viva distingue Alexandre Quintanilha

Alexandre Quintanilha foi distinguido com o Grande Prémio Ciência Viva, pela sua ação notável na promoção da cultura científica. Destaque ainda para o Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, galardoado com o Prémio Ciência Viva Educação, e para a campanha de educação “2 Minutos para Mudar de Vida, que recebeu o Prémio Ciência Viva Media.

Ler mais 24 Novembro, 2020
Atualidade

Elixir bucal pode eliminar o coronavírus?

A pesquisa – liderada pela Universidade de Cardiff, no Reino Unido – afirma que os elixires bucais que contenham 0,07% de cloreto de cetilpiridínio (CPC) estão a mostrar “sinais promissores” na redução do vírus.

Ler mais 20 Novembro, 2020
Atualidade