Programa nacional de rastreio do cancro oral em estudo

Imagem da notícia: Programa nacional de rastreio do cancro oral em estudo

Segundo a Agência Lusa, o bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), Orlando Monteiro da Silva, revelou que o cancro oral está a aumentar, principalmente nas mulheres e nos jovens, devido ao aumento do consumo de álcool e tabaco. Contudo, 25 por cento destes cancros verificam-se em pessoas que não fumam nem bebem.

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Leal da Costa, exibiu-se preocupado e adiantou que o Governo está a estudar soluções. O governante assegurou que vai “trabalhar com a Direção-Geral da Saúde para desenhar um programa de rastreio nacional e encontrar maneira de o financiar”.

“Vamos implementar e manter junto dos médicos dentistas uma maior capacidade e um programa organizado de rastreio de cancro oral”, disse Leal da Costa. Para Orlando Monteiro, é fundamental o rastreio para detetar precocemente este tipo de cancro, um dos mais fáceis de detetar e curar, se diagnosticado em fase inicial.

 

20 Março, 2012
Atualidade

Miele Professional apresenta a solução inovadora Pay-per-use

Notice: Undefined variable: cats in /home/dentalpro/public_html/wp-content/themes/revista-codigopro-2017-v5/single.php on line 71

Notícias relacionadas

Mundo A Sorrir lança campanha de apadrinhamento de crianças nos PALOP

Este Natal a Mundo A Sorrir está a lançar o desafio à sociedade civil “para vestir a sua capa de super-herói” e transformar-se no/a Padrinho/Madrinha dos Sorrisos de cerca de 30 crianças que vivem em situação de vulnerabilidade socioeconómica em Cabo-Verde, na Guiné-Bissau e em São Tomé e Príncipe.

Ler mais 25 Novembro, 2021
AtualidadeMedicina dentária