Próteses ósseas e dentárias a partir de espinhas de bacalhau

Imagem da notícia: Próteses ósseas e dentárias a partir de espinhas de bacalhau

Um grupo de investigadores da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica do Porto submeteu as espinhas do bacalhau a temperaturas entre os 600 e os 1250 graus Celsius e conseguiu um pó branco, que é composto por hidroxiapatite (um fosfato de cálcio que é o principal componente dos ossos humanos e de animais) e que pode servir para produzir próteses ósseas e dentárias, além de outras possíveis aplicações.

De acordo com os investigadores, adicionando diferentes ingredientes às espinhas de bacalhau, obtêm-se diferentes produtos. Introduzindo o fluoreto na composição da hidroxiapatite obtém-se um material apropriado para aplicação na prótese dentária, porque tem o flúor e uma solubilidade menor.

Se o ingrediente adicionado for o cloreto, conseguimos um composto adequado para uso na área electrónica. E se juntarmos titânio teremos uma aplicação mais voltada para o ambiente. Se juntarmos magnésio ou sódio, conseguimos algo capaz de favorecer o crescimento ósseo.

27 Novembro, 2012
Atualidade

 
imagem
Quer receber a nossa newsletter?
Newsletter semanal com novidades e notícias da medicina dentária. Dirigido especialmente a profissionais do setor.

Vamos guardar os seus dados só enquanto quiser. Ficarão em segurança e a qualquer momento pode editá-los ou deixar de receber as nossas mensagens.

 

Notice: Undefined variable: cats in /home/dentalpro/public_html/wp-content/themes/revista-codigopro-2017-v5/single.php on line 71

Notícias relacionadas

Ana Sofia Lopes concorre a bastonária da OMD

Sob o mote “Já é Tempo de dar Voz aos Médicos Dentistas”, Ana Sofia Lopes apresenta-se como “a médica dentista ideal para liderar a OMD num momento crucial para a profissão e para a saúde oral em Portugal”.

Ler mais 15 Abril, 2024
Atualidade