O tabaco pode causar doenças mentais

Imagem da notícia: O tabaco pode causar doenças mentais

O estudo conjunto entre China, EUA e Reino Unido revela que uma exposição prolongada ao fumo do tabaco aumenta o risco de contrair doenças mentais. Para além dos riscos anteriormente relacionados, como cancro do pulmão e faringe, esta investigação pretende comprovar que o cigarro pode levar a doenças do foro mental, tipo Alzheimer.

O estudo tem como base os resultados obtidos na China. De quase 5921, 11%, isto é, 592 pessoas sofriam de doenças mentais graves. O estudo foi encabeçado por Ruoling Chen, do Kings College London, que, com a ajuda de colaboradores, entrevistou esta amostra maioritariamente composta por pessoas com mais de 60 ano.

Os resultados tiveram em consideração se já tinham sido expostas ao fumo passivo, se fumam ou já fumaram e que são diagnosticados de demência. Concluíram que o fumador passivo está mais propício a enlouquecer e aconselham evitar de qualquer forma o contato com o fumo.

Para além da China, com base na Anhui Medical University, o estudo estendeu-se a Londres, com investigadores do Kings College como também investigadores dos EUA. A China representa 350 milhões de fumadores e desde 2006 que tem promovido espaços livres de tabaco, mas ainda está em implementação.

Chen afirma que o risco de demência está equiparado ao de doenças do coração, sugerindo que, não só na China, é preciso tomar medidas urgentes preventivas.

18 Janeiro, 2013
Atualidade

Notícias relacionadas

Novembro em números

Fique a conhecer as cinco notícias mais lidas no nosso site durante o mês de novembro de 2020, segundo dados do Google Analytics.

Ler mais 2 Dezembro, 2020
Atualidade

Grande Prémio Ciência Viva distingue Alexandre Quintanilha

Alexandre Quintanilha foi distinguido com o Grande Prémio Ciência Viva, pela sua ação notável na promoção da cultura científica. Destaque ainda para o Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, galardoado com o Prémio Ciência Viva Educação, e para a campanha de educação “2 Minutos para Mudar de Vida, que recebeu o Prémio Ciência Viva Media.

Ler mais 24 Novembro, 2020
Atualidade

Elixir bucal pode eliminar o coronavírus?

A pesquisa – liderada pela Universidade de Cardiff, no Reino Unido – afirma que os elixires bucais que contenham 0,07% de cloreto de cetilpiridínio (CPC) estão a mostrar “sinais promissores” na redução do vírus.

Ler mais 20 Novembro, 2020
Atualidade