Mundo a Sorrir volta a recrutar

Imagem da notícia: Mundo a Sorrir volta a recrutar

A Mundo a Sorrir – Associação de Médicos Dentistas Solidários Portugueses está à procura de 18 médicos dentistas ou higienistas orais para integrar um novo projeto comunitário.

Segundo a associação, o recrutamento tem como prazo o dia 29 de janeiro e visa a integração destes profissionais de saúde oral para um projeto de dimensões nacionais.

Os candidatos terão como funções a participação junto da população infantil e jovem, a sensibilização e promoção de boas práticas de higiene oral e alimentação saudável, como também a dinamização de atividades e eventos para promoção da saúde.

Como requisitos, a Mundo a Sorrir destaca que os candidatos tenham carta de condução, que residam na área a que se vão candidatar, que já tenham experiência em voluntariado ao nível da saúde oral, capacidade de liderança, comunicação e disponibilidade para trabalhar em equipa. Há preferência para quem tenha o CAP.

O regime de trabalhos é de um dia por semana, com a possibilidade de remuneração consoante a tarefa a desempenhar.

Caso seja do seu interesse, pode enviar o CV para aqui: recursoshumanos@mundoasorrir.org

As zonas a que se pode candidatar são:

Zona 1- Viana do Castelo e Braga;
Zona2 – Vila Real e Bragança;
Zona 3- Porto
Zona 4 – Viseu e Guarda;
Zona 5 – Aveiro e Coimbra;
Zona 6 – Leiria e Santarém;
Zona 7 – Castelo Branco e Portalegre;
Zona 8- Setúbal e Évora;
Zona 9-Lisboa;
Zona 10- Beja e Faro

20 Janeiro, 2014
Atualidade

Notícias relacionadas

Grande Prémio Ciência Viva distingue Alexandre Quintanilha

Alexandre Quintanilha foi distinguido com o Grande Prémio Ciência Viva, pela sua ação notável na promoção da cultura científica. Destaque ainda para o Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, galardoado com o Prémio Ciência Viva Educação, e para a campanha de educação “2 Minutos para Mudar de Vida, que recebeu o Prémio Ciência Viva Media.

Ler mais 24 Novembro, 2020
Atualidade

Elixir bucal pode eliminar o coronavírus?

A pesquisa – liderada pela Universidade de Cardiff, no Reino Unido – afirma que os elixires bucais que contenham 0,07% de cloreto de cetilpiridínio (CPC) estão a mostrar “sinais promissores” na redução do vírus.

Ler mais 20 Novembro, 2020
Atualidade