“Entendemos o que se passa em Portugal e é realmente assustador”

Imagem da notícia: “Entendemos o que se passa em Portugal e é realmente assustador”

Nuno Sousa Dias e Hélder Oliveira consideraram-nos em entrevista a emigração de médicos dentistas portugueses.

DentalPro: Atualmente, os médicos dentistas recém-licenciados são “obrigados” a emigrar, por falta de opções em Portugal, enquanto vocês fazem-no por vontade própria. Como explicam esta situação?

Hélder Oliveira: Entendemos o que se passa em Portugal e é realmente assustador. Porém, penso que são poucos os que, depois de terminarem a licenciatura, pensam em dedicar três ou quatro anos a um programa sério e de qualidade. É claro que custa sair da zona de conforto e ir para fora estudar, tanto a nível económico como emocional. Contudo, a experiência profissional e pessoal é muito gratificante e continuamos a acreditar que este é o caminho.

Nuno Sousa Dias: Concordo! É notório o tempo de crise em que vivemos, contudo, também é um facto que os colegas portugueses não são muito informados e incentivados a fazer este tipo de programas de pós-graduação. Por exemplo, é engraçado observar que na Grécia, país muito comparado ao nosso, o interesse por este tipo de formações é notoriamente superior, ao contrário do que acontece no nosso país.

Leia a entrevista na íntegra na DentalPro 83, aqui.

26 Janeiro, 2015
Entrevistas

Pub

Gresden ONE




Notice: Undefined variable: cats in /home/dentalpro/public_html/wp-content/themes/revista-codigopro-2017-v5/single.php on line 71

Notícias relacionadas

António Ferraz premiado no II Congresso da UNIPRO

"Platelet activation, inflammatory cytokines and antimicrobial activity on L-PRF" é o nome da investigação de António Ferraz, premiada durante o II Congresso da UNIPRO, evento que decorreu em junho no Museu de Penafiel.

Ler mais 4 Dezembro, 2023
Entrevistas

“Queremos tornar-nos um fornecedor líder de alinhadores dentários”

A Ensmile Aligners chegou a Portugal a 1 de setembro de 2023. Gohar Rehman, CEO e fundador da empresa, revelou à DentalPro que o motivo da escolha de instalação da fábrica em Portugal aconteceu porque o país oferece “imensas vantagens”, nomeadamente uma “estratégica na Europa, permitindo um acesso fácil a outros mercados europeus”. 

Ler mais 16 Novembro, 2023
Entrevistas