“Devemos investir na deteção precoce do cancro oral de forma adequada”

Imagem da notícia: “Devemos investir na deteção precoce do cancro oral de forma adequada”

Com doutoramento em Medicina Dentária, é médico dentista do Serviço de Estomatologia do Instituto Português de Oncologia do Porto e tem-se dedicado, já há vários anos, ao cancro oral.

“O tratamento do doente oncológico permite levar a profissão até limiares inimagináveis”, disse-nos durante a entrevista, acrescentando que se deve “investir no diagnóstico precoce de forma adequada, e manter e aprofundar a formação neste domínio”.

Saiba mais na DentalPro 87!

31 Março, 2015
Entrevistas

Notícias relacionadas

Nasceu o laboratório Pedro Estadão Dental Studio

Pedro Chora Estadão abraçou, no início do ano, a responsabilidade técnica dos laboratórios Labimplant e Marum-Tecnidente do grupo Instituto de Implantologia. No entanto, a situação gerada pela pandemia de Covid-19 alterou os seus planos, terminando assim a sua ligação a João Caramês e encetando um novo desafio profissional: a criação do seu próprio laboratório, o Pedro Estadão Dental Studio.

Ler mais 2 Setembro, 2020
EntrevistasPrótese dentária