Relação médico-doente é fulcral

Imagem da notícia: Relação médico-doente é fulcral

Fausto Pinto, diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL), aconselhou os novos estudantes de Medicina a dar primazia à componente humanista no exercício da profissão.

“Diariamente, a nossa vida é influenciada pela inovação tecnológica. Também na Medicina esta é uma época fascinante para se viver, mas que nos pode conduzir ao esquecimento da componente humanista da Medicina”, referiu Fausto Pinto, sugerindo “a primazia da relação médico-doente, a importância do contacto humano, do ouvir, do tocar no doente”, que considerou como pilares essenciais da atuação médica e que “nenhuma tecnologia jamais substituirá”, pode ler-se no portal Just News.

O discurso teve lugar durante a cerimónia do Dia da Faculdade de Medicina, a 14 de setembro, evento que incluiu o juramento de Hipócrates dos alunos do 1º ano, sessão de homenagens e a entrega da Medalha de Ouro à instituição por parte do Ministério da Saúde.

 

15 Setembro, 2015
Atualidade

Notícias relacionadas