Médicos dentistas a mais em Portugal

Imagem da notícia: Médicos dentistas a mais em Portugal

O número de médicos dentistas em atividade na Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) aumentou no ano passado para 8.543, mais 396 do que em 2013. Uma subida anual de 4,9% que mantém a tendência de crescimento dos últimos anos. As estimativas apontam para que o número de membros ativos da OMD continue a crescer e ultrapasse os 10.000 já em 2018. São dados revelados pelos “Números da Ordem 2015”, um documento que a Ordem dos Médicos Dentistas divulga anualmente desde 2004 e que compila alguns dados estatísticos referentes à medicina dentária portuguesa.

O bastonário da OMD, Orlando Monteiro da Silva, salienta que “este relatório surge como um retrato atual da profissão em Portugal. Paralelamente, visa ser um documento indicativo de cenários futuros para a medicina dentária portuguesa”. É neste sentido que Orlando Monteiro da Silva vê com preocupação o aumento de médicos dentistas, sublinhando que “é um crescimento muito superior às necessidades do país e que coloca Portugal entre os países da Europa com menor rácio de habitantes por médico dentista. Este ano, vamos atingir um rácio de um médico dentista para 1.155 habitantes, quando a recomendação da Organização Mundial de Saúde é de um médico dentista por dois mil habitantes. E tudo indica que daqui a três anos haja um médico dentista por 937 habitantes, ou seja, existirá o dobro dos médicos dentistas necessários. Um cenário terrível para quem está a entrar na profissão. Neste momento, existem mais de três mil alunos inscritos nas sete faculdades que lecionam cursos de medicina dentária. Para o bastonário, “o que torna o rácio em Portugal ainda mais dramático é que no nosso país a esmagadora maioria da população não tem acesso a cuidados de saúde oral no âmbito do Serviço Nacional de Saúde, contrariamente à maioria dos países europeus, onde há convenções entre o Estado e os consultórios privados ou assistência no âmbito dos serviços públicos de saúde”.

Saiba mais na DentalPro 93!

9 Outubro, 2015
Atualidade

Notícias relacionadas

Grande Prémio Ciência Viva distingue Alexandre Quintanilha

Alexandre Quintanilha foi distinguido com o Grande Prémio Ciência Viva, pela sua ação notável na promoção da cultura científica. Destaque ainda para o Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, galardoado com o Prémio Ciência Viva Educação, e para a campanha de educação “2 Minutos para Mudar de Vida, que recebeu o Prémio Ciência Viva Media.

Ler mais 24 Novembro, 2020
Atualidade

Elixir bucal pode eliminar o coronavírus?

A pesquisa – liderada pela Universidade de Cardiff, no Reino Unido – afirma que os elixires bucais que contenham 0,07% de cloreto de cetilpiridínio (CPC) estão a mostrar “sinais promissores” na redução do vírus.

Ler mais 20 Novembro, 2020
Atualidade