Desenvolvido processo de bioimpressão na Austrália

Imagem da notícia: Desenvolvido processo de bioimpressão na Austrália

O Instituto Menzies, da Universidade de Griffith, Austrália, está a desenvolver uma tecnologia de bioimpressão, que possibilita tratamentos alternativos para perda dentária e regeneração de tecidos.

Saso Ivanovski, docente naquele estabelecimento de ensino, liderou a investigação de cinco anos, cuja base está na utilização das células do próprio paciente para conceber outras novas, de forma indolor.

A extração possibilita criar células ideais que incluem todos os componentes necessários para reconstruir de forma exata o osso ou tecido gengival.

O processo reside na tomografia computadorizada na região afetada, cujo resultado seria encaminhado para uma bioimpressora 3D, algo que pode ser realizado em qualquer centro de saúde regional.

O projeto foi financiado com 650 mil dólares para prolongar a pesquisa em três anos, mas, no final deste ano ou início do próximo, começarão os ensaios pré-clínicos.

 

18 Abril, 2016
Atualidade

 
imagem
Quer receber a nossa newsletter?
Newsletter semanal com novidades e notícias da medicina dentária. Dirigido especialmente a profissionais do setor.

Vamos guardar os seus dados só enquanto quiser. Ficarão em segurança e a qualquer momento pode editá-los ou deixar de receber as nossas mensagens.

 

Notice: Undefined variable: cats in /home/dentalpro/public_html/wp-content/themes/revista-codigopro-2017-v5/single.php on line 71

Notícias relacionadas

Ana Sofia Lopes concorre a bastonária da OMD

Sob o mote “Já é Tempo de dar Voz aos Médicos Dentistas”, Ana Sofia Lopes apresenta-se como “a médica dentista ideal para liderar a OMD num momento crucial para a profissão e para a saúde oral em Portugal”.

Ler mais 15 Abril, 2024
Atualidade