“A propósito das borlas…”

Imagem da notícia: “A propósito das borlas…”

Artigo de opinião da autoria de Sónia Aguiar, advogada, mestre em Direito e CEO na Libertatis.

“No número de junho da Dentalpro falou-se de borlas. A propósito destas, há que distinguir as borlas voluntárias – também conhecidas por pro bonno – e as forçadas – popularmente conhecidas por calotes.

É sobre esta última classe de borlas que vamos falar.

A cobrança de honorários por parte do profissional é sempre uma questão delicada: o profissional considera o valor a cobrar como a justa retribuição pelo seu serviço; o cliente/paciente sente que está a ser esfolado. Mas, apesar do conflito de posições, a verdade é que o profissional tem todo o direito a fazer-se pagar pelo serviço que prestou.

Neste contexto, e a pensar nos consultórios e nas clínicas dentárias, deixamos aqui algumas sugestões que, muito embora não evitem totalmente as dívidas de clientes/pacientes, poderão ajudar a reduzir o número de ocorrências”.

Leia o artigo completo na DentalPro 104.

21 Setembro, 2016
Atualidade

Notícias relacionadas