“Somos apaixonados pela dentária”

Imagem da notícia: “Somos apaixonados pela dentária”

António Pereira é o pai. Nuno e Patrícia Pereira são os filhos. Todos eles médicos dentistas e dedicados a 100% à Clínica Dentária d’ Avenida, o projeto das suas vidas.

Qual é a história da Clínica Dentária d’Avenida?

António: A Clínica Dentária d’Avenida foi fundada por mim em 1984. Antes de abrir o consultório no centro de Vila Nova de Gaia, tinha empresa com nome individual em Coimbrões e Vizela. Isto desde 1982. Porém, sempre quis ter uma clínica na cidade, bem localizada, que apostasse na interligação entre inovação e tecnologia, aliada a altos níveis de qualidade na saúde. E assim foi. A clínica foi crescendo e, em 1995, foi inaugurada em Matosinhos uma filial dentro do mesmo conceito de gestão e trabalho, baseado na inovação e tecnologias existentes na clínica mãe. A seguir vieram os filhos…

Nuno: O meu pai passou-me a pasta de diretor clínico por volta de 2001, quando começou a exercer a função de diretor administrativo. Mas antes de me estabelecer a 100% na clínica, estive dois anos na Universidade de Nova Iorque (NYU), a frequentar uma pós-graduação em implantologia. O meu pai nunca me pressionou na profissão a seguir, deu-me sempre liberdade de escolha. Mas, desde criança, estava definido na minha cabeça que queria ser dentista. Claro que por influência familiar, pelo facto de o meu pai ser uma referência para mim, nunca por imposição.

Patrícia: Já eu, sempre disse que não ia ser dentista, se calhar só para ser do contra (risos). Mas sempre desejei algo relacionado com saúde e daí ter enveredado inicialmente pelas ciências farmacêuticas. Mas, e porque a clínica é um orgulho familiar, decidi dedicar-me à gestão organizacional e de recursos humanos da mesma. Foi nesse sentido que em 2011 comecei a implementação do sistema de gestão de qualidade isso 9001:2008. Mais tarde decidi tirar o curso de medicina dentária, sempre com o intuito de exercer ortodontia, especialidade do meu pai e que desde sempre me fascinou. Licenciei-me em 2015 e passei depois um ano também na NYU a realizar uma pós graduação nessa especialidade. O meu trajeto na clínica como médica dentista é portanto muito recente.

Leia mais na DentalPro 111.

17 Abril, 2017
Entrevistas

Notícias relacionadas

Nasceu o laboratório Pedro Estadão Dental Studio

Pedro Chora Estadão abraçou, no início do ano, a responsabilidade técnica dos laboratórios Labimplant e Marum-Tecnidente do grupo Instituto de Implantologia. No entanto, a situação gerada pela pandemia de Covid-19 alterou os seus planos, terminando assim a sua ligação a João Caramês e encetando um novo desafio profissional: a criação do seu próprio laboratório, o Pedro Estadão Dental Studio.

Ler mais 2 Setembro, 2020
EntrevistasPrótese dentária