“O laser é a abordagem cirúrgica preferencial”

Imagem da notícia: “O laser é a abordagem cirúrgica preferencial”

A Pós-graduação em Aplicações de Laser está no final do seu primeiro ano de existência e tem sido “um sucesso, com lotação completa e com vários alunos a aguardar próxima edição”. Marta Galrito, interna de estomatologia e aluna desta pós-graduação, explicou à DentalPro as razões que a levaram a optar por este curso.

“Inscrevi-me na Pós-graduação em Aplicações de Laser em Medicina Dentária por se assistir, cada vez mais, a uma abordagem integrada da medicina oral e cirurgia oromaxilar em estomatologia. Nos centros de referência internacionais de medicina oral, o laser é a abordagem cirúrgica preferencial. Isto acontece uma vez que o laser permite realizar abordagens cirúrgicas que na cirurgia tradicional seriam difíceis ou mesmo impossíveis. Além dos efeitos conhecidos de diminuição da dor e inflamação pós-operatórios, o que permite aos doentes um período de convalescença mais rápido e com maior qualidade de vida. Portugal não tem porque ser diferente uma vez que a evolução nesta área da estomatologia tem sido forte, sobretudo nos últimos anos. Apesar disto, o laser ainda não faz parte da formação básica da especialidade, pelo que considerei fundamental aumentar a formação nesta área. O laser não é uma técnica cirúrgica do futuro. É o presente. É a abordagem cirúrgica de referência em medicina oral”.

Acrescentou que a frequência desta pós-graduação foi uma aposta ganha. “Têm sido um fins-de-semana intensos, de teoria e prática, cirurgia e também de evolução no pensamento científico e clínico. A prática cirúrgica, a partilha científica, a investigação e a publicação são essenciais ao progresso nesta área. Todos temos partilhado conhecimentos de diferentes áreas da estomatologia e da medicina dentária, com repercussões práticas, o que tem contribuído para a qualidade da pós-graduação. Levamos muito trabalho de estudo, pesquisa, exercícios de matemática e física, para casa. Preparamos apresentações, journal club. Analisamos estudos de referência em laser, em todas as áreas da estomatologia e da medicina Dentária. E, quando chegamos à CESPU, temos já uma preparação que nos permite uma formação avançada. A coordenação por parte do prof. doutor Luís Monteiro, bem como todas as suas aulas, tem sido uma mais-valia à nossa aprendizagem”.

Toda a reportagem na próxima edição.

24 Julho, 2017
Formação

Notícias relacionadas

1º Mestrado em Higiene Oral arranca a 30 de outubro

A Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa (FMDUL) criou o primeiro Curso de Mestrado em Higiene Oral, tanto em Portugal como na Europa, e destina-se a titulares de grau de licenciado em Higiene Oral ou equivalente legal. As aulas deste curso, coordenado por Henrique Soares Luís, arrancam já no próximo dia 30 de outubro.

Ler mais 21 Outubro, 2020
FormaçãoMedicina dentária

Nélio Veiga: o ensino da medicina dentária em período pandémico

Nélio Veiga, coordenador do segundo ciclo de estudos do Curso de Mestrado Integrado em Medicina Dentária (MIMD) da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade Católica Portuguesa (FMD-UCP), fala-nos sobre o ensino da medicina dentária e dos grandes desafios das universidades nesta fase de adaptação.

Ler mais 8 Outubro, 2020
FormaçãoMedicina dentáriaOpinião