“Uma experiência muito desafiante e enriquecedora”

Imagem da notícia: “Uma experiência muito desafiante e enriquecedora”

Para a presidente da comissão organizadora do Congresso da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), Sofia Arantes e Oliveira, o balanço não podia ser mais satisfatório. Se a nível pessoal classifica a experiência como algo marcante, destaca como coordenadora do evento a adesão massiva dos participantes, a presença de reputados conferencistas nacionais e internacionais, para além do aspeto ambiental, com a eliminação do plástico e a redução do papel gasto.

Qual o balanço que faz do evento, pela primeira vez realizado na FIL, Parque das Nações?

Sofia Arantes e Oliveira: Foi e continua a ser muito desafiante trabalhar num espaço novo, com características próprias e muito diferentes daquelas que a organização estava habituada. No entanto, penso que foi uma aposta ganha. As condições do espaço permitiram a realização do evento de forma organizada e com maior conforto para todos os participantes.

O número de participantes correspondeu ou superou as suas expectativas? 

SAO: O número de participantes correspondeu às nossas expectativas. Tivemos a presença de 6.213 congressistas, um número muito significativo para o congresso em Lisboa. A intenção é que esta ação atinja o maior número possível de associados da OMD e acho que as medidas que temos tomado para tornar este evento o mais abrangente possível estão no bom caminho. No ano passado foi a primeira vez que o congresso teve um preço de 20€ em pré-inscrição para os associados. Considerando o evento de que estamos a falar é um preço ínfimo quando comparado com qualquer outro deste nível. Penso que, por ser novidade, essa iniciativa atraiu mais congressistas nesse ano. Relativamente à última edição em Lisboa, aumentámos quase para o dobro a participação e espero que continue assim, tendo em conta as condições proporcionadas este ano.

Quais os destaques que faz ao nível das conferências? Houve alguma temática que se destacasse, na sua opinião?

SAO: Tivemos presentes 118 conferencistas, nacionais e internacionais, a falar de temas científicos e socioprofissionais na ordem do dia. Por isso, é muito redutor destacar uma temática concreta. A ideia geral foi ter temáticas relacionadas com a prevenção e a implementação de cuidados de saúde oral em prol da saúde geral, mostrando o que de melhor se pode fazer no âmbito do minimamente invasivo e com apoio de tecnologia digital. Desta base surgiram muitas outras ideias.

Entrevista completa na DentalPro 144.

7 Janeiro, 2020
Entrevistas

Notícias relacionadas

“Pretendemos que esta formação se situe na vanguarda”

Longínquo vai o ano de 1999, quando a base da especialização em periodontologia foi apresentada pela Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto (FMDUP). Volvidas mais de duas décadas, Ricardo Faria Almeida é o responsável pela nova pós-graduação de Periodontologia e Implantes da instituição portuense.

Ler mais 30 Março, 2021
Entrevistas

“Somos um sindicato democrático”

Em 2010, a DentalPro conversou com António Roseiro, o presidente do primeiro Sindicato dos Médicos Dentistas, instituição que acabou por desaparecer. Uma década depois, é constituído um novo organismo, o Sindicato dos Médicos Dentistas Português (SMDP), e não pudemos deixar de dar voz a João Neto, o seu membro fundador número um e presidente da assembleia-geral.

Ler mais 11 Janeiro, 2021
Entrevistas

“O nosso foco é a digitalização da ortodontia invisível”

Fundada em 2019, a Impress é uma rede de clínicas espanhola especializada em ortodontia invisível que aposta num serviço exclusivamente digital. Após uma primeira consulta presencial, os médicos dentistas fazem todo o acompanhamento dos pacientes através de uma app. Por meio de uma videochamada com Diliara Lupenko, cofundadora e Chief Operating Officer (COO) da Impress, ficámos a conhecer melhor este projeto.

Ler mais 31 Dezembro, 2020
Entrevistas