Miguel Pavão: Covid-19 e o impacto na medicina dentária

Imagem da notícia: Miguel Pavão: Covid-19 e o impacto na medicina dentária

O médico dentista Miguel Pavão partilha com a DentalPro qual será o impacto da Covid-19 no ramo da medicina dentária.

“Os impactos são a vários níveis. Primeiro, porque os profissionais de saúde são pessoas e sofrem diretamente com a ameaça de contaminação e doença, bem como o elevado risco de contagiar os seus familiares. No caso dos médicos dentistas, o risco de exposição é extremo o que leva desde logo a medidas de isolamento e proteção acrescidos. Em segundo lugar, há outro impacto: o económico e social. Não consigo dizer qual o mais letal. Mas gostei de ler um artigo, cujo título me marcou e que destaco: ‘A economia recupera, os mortos não!’. Neste sentido, podemos acreditar com uma visão otimista que se a nossa saúde não sair afetada, teremos sempre a possibilidade de refazer o impacto económico, independentemente de isso nos custar muito e poder ter consequências sociais elevadas. Enquanto os mecanismos de defesa parcial, através da imunidade ou total, através da vacinação não funcionarem, vamos andar receosos e com adaptações que podem ter um impacto no dia a dia da medicina dentária e mudar o modus operandi da nossa profissão. Ao fim de 15 anos de profissão, não tenho receios em dizer que a medicina dentária não é um bem supérfluo. É uma necessidade de saúde e médica, que não desaparece e, por esse sentido, devemos aproveitar o valor da medicina e o importante papel dos profissionais de saúde neste cenário de pandemia”.

Não perca esta e outras opiniões na DentalPro 148.

20 Maio, 2020
Opinião

Notícias relacionadas

Em quem tem confiado a gestão da sua clínica?

Artigo da autoria de Sandra Oliveira, gestora com uma experiência sólida em Gestão, licenciada em Economia e mestre em Finanças, especialista em transformação e melhoria de processos, certificada em Coaching e Eneagrama.

Ler mais 30 Dezembro, 2020
Opinião

Até já

Crónica da médica dentista Cátia íris Gonçalves publicada na DentalPro 153/154.

Ler mais 23 Novembro, 2020
Opinião