“O objetivo é continuar a dar formação e apoio na área da fotografia”

Imagem da notícia: “O objetivo é continuar a dar formação e apoio na área da fotografia”

Luís Valadares, médico dentista há 22 anos e formador na área da fotografia conversou com a DentalPro sobre o seu percurso e mostrou-nos os benefícios da fotografia, que é, para si, “indispensável na medicina dentária”. Ligado recentemente à marca Sony, o formador revela que o objetivo é “continuar a dar formação e apoiar os colegas médicos dentistas na área da fotografia.

Como se deu a sua ligação às marcas de equipamento fotográfico? 

Na altura em que estava a lecionar fui também convidado por uma empresa da área médica para dar formação para a Nikon. No entanto, como a marca não tinha representação em Portugal, o projeto terminou ao fim de cerca de dois anos. Mais tarde, a Canon quis apoiar a área médica em Portugal, não só a medicina dentária, mas também outros ramos da saúde, e acabou por me convidar a fazer parte do projeto. Estive durante 10 anos como consultor médico da Canon, dando formação de fotografia em clínicas, instituições de ensino, hospitais, congressos, apoio a eventos… basicamente era eu que fazia a ponte entre a marca e a área médica. Recentemente, fui convidado pela Sony para apoiar a sua potencial entrada no mercado da medicina dentária. O objetivo principal é continuar a dar formação e apoio aos colegas médicos dentistas na área da fotografia. 

Enquanto formador na área da fotografia e imagem em medicina dentária, o que diria aos colegas? 

O paradigma da fotografia na medicina dentária também tem mudado muito. Quando comecei a dar apoio às marcas de fotografia, os principais interessados eram os alunos finalistas do curso de Medicina Dentária, que ao entrarem no mercado de trabalho, depois de concluírem a faculdade, pretendiam registar casos, queriam mostrar, e muito bem, aquilo que faziam. No entanto, neste momento isso já não acontece. Não por desinteresse, mas devido à deterioração da atividade da medicina dentária enquanto perspetiva de carreira, e digo isto com muita tristeza: hoje em dia, não é usual, para quem acaba a faculdade, ter o suporte financeiro necessário para adquirir um equipamento fotográfico, que é caro. Atualmente, para um aluno que sai da faculdade, e tem um vencimento na ordem dos mil euros, comprar um equipamento fotográfico significa abdicar de dois ou três meses de trabalho. Por outro lado, também a massificação da atividade clínica, com tempos de consulta mais curtos, muitas vezes não dá oportunidade para se poderem dedicar a registar os casos. Assim, neste momento, os colegas que se dedicam à fotografia na medicina dentária são fundamentalmente aqueles que possuem pós-graduações, que se especializaram num domínio da profissão e já fotografam e que têm equipamentos que vão sendo renovados. Um colega que frequenta uma pós-graduação ou curso de especialização na nossa área já tem plena consciência da “obrigatoriedade” de ter um equipamento fotográfico. E a verdade é que, em regra, esses colegas já têm poder de compra para fazê-lo, ao contrário dos colegas que acabam de sair da faculdade. 

Leia a entrevista completa na DentalPro 174.

5 Fevereiro, 2024
Entrevistas




Notice: Undefined variable: cats in /home/dentalpro/public_html/wp-content/themes/revista-codigopro-2017-v5/single.php on line 71

Notícias relacionadas

“A educação desempenha papel vital na formação de profissionais de saúde”

António Ferraz, médico dentista premiado durante o II Congresso da UNIPRO, com a investigação “Platelet activation, inflammatory cytokines and antimicrobial activity on L-PRF”, refere que o que o move na vida e na profissão "é a paixão pelo conhecimento, pela pesquisa e pelo impacto positivo que a ciência pode ter na vida das pessoas".

Ler mais 31 Janeiro, 2024
Entrevistas

SPCO volta a organizar o seu congresso

A Sociedade Portuguesa de Cirurgia Oral (SPCO) voltou a organizar o seu congresso no final de setembro, aberto a todos os que se dedicam à cirurgia oral, guiados pelas boas práticas que todos pretendem defender na execução do seu trabalho.

Ler mais 24 Janeiro, 2024
Entrevistas