APMDH honra ilustres da medicina dentária

A 17 de Dezembro, a Associação Portuguesa de Medicina Dentária Hospitalar (APMDH) prestou uma afectuosa homenagem a ilustres colegas de caminhada médica. Orlando Monteiro da Silva, José Eduardo Pinto da Costa e Maria José Pinto da Costa foram honrados pelos contributos na dignificação da ciência e da arte médica, na qual se insere a medicina dentária.

Desta forma, organizou-se uma cerimónia de homenagem, num jantar intimista que juntou cerca de 100 convidados na Quinta da Boeira, em Vila Nova de Gaia.

Durante o evento, João Leite-Moreira, presidente da APMDH, revelou à DentalPro que “a medicina dentária portuguesa é hoje uma profissão autónoma e, a exemplo de qualquer especialidade, tem direito à prescrição de terapêutica médico-cirúrgica, à emissão de atestados médicos e de certidões de óbito”. Para esta conquista, muito contribuiu, segundo o responsável, o apoio de personalidades do universo médico, entre as quais se destacam o professor Pinto da Costa e a professora Maria José Pinto da Costa.

De facto, “a nossa associação sempre entendeu que o médico dentista é um profissional com um processo de diferenciação precoce dentro da medicina. Esta situação é hoje determinante para que a medicina dentária ocupe o lugar que lhe compete nas instituições hospitalares”, garantiu João Leite-Moreira.

Também Orlando Monteiro da Silva, presidente da Ordem dos Médicos Dentistas, se distingue, pela aproximação à posição defendida pela APMDH, no que diz respeito ao papel dos médicos dentistas e da medicina dentária no Serviço Nacional de Saúde (SNS), em geral, e nas instituições hospitalares, em particular. “Este facto permitiu-nos dar passos decisivos, que podem culminar, a curto prazo, na inserção dos médicos dentistas no SNS”, concluiu o presidente da APMDH à nossa revista.

25 Janeiro, 2011
Atualidade

Notícias relacionadas