Pela medicina dentária portuguesa

O grande objectivo destas Jornadas é, sem dúvida, “o enriquecimento da Medicina Dentária nacional, através da disponibilização aos colegas de conferências e cursos de grande nível científico por uma instituição pioneira no ensino desta especialidade em Portugal, a Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto (FMDUP)”. Quem o diz é o professor Mário Vasconcelos, presidente das Jornadas deste ano.

Prof. Mário Vasconcelos em discurso directo

 

Que expectativas tem em relação ao evento?

As expectativas são elevadas, em virtude do excelente corpo de palestrantes que conseguimos reunir. Vamos, com certeza, de encontro às necessidades formativas complementares do perfil do médico dentista actual.ª

 

Que pontos destaca da edição de 2011?

Penso que o programa, na sua generalidade, se apresenta pleno de pontos fortes e extremamente diversificados, pelo que particularizar alguns tópicos poderá de alguma forma minorar certas temáticas científicas. Porém, penso que as conferências ligadas à estética e à cirurgia serão mais apelativas para os congressistas.

 

De facto, revelam um programa bastante atractivo. Que conferencistas de renome nacional e internacional trazem este ano?

O programa científico pode ser consultado no endereço http://www.xxiijornadasfmdup.com/programa.html. Trata-se de uma panóplia de intervenções diversificada e de elevado interesse, graças também aos palestrantes convidados. Os conferencistas nacionais constituem, sem dúvida, referências nas suas áreas clínicas. Dos conferencistas estrangeiros gostaria de destacar o Prof. Felipe Sáez e o Prof. Ariovaldo Stefani, que apresentam conferências relacionadas com a estética, temáticas que consideramos extremamente atractivas para o clínico generalista. Gostaria ainda de destacar a conferência da Prof. Elena Barbería Leache sobre Odontopediatria, com uma abordagem claramente clínica, tão do agrado dos colegas.

 

Esta iniciativa aposta também em diversos cursos práticos…

Teremos cursos práticos, dirigidos para a actualização de conceitos mais particulares, valorizando técnicas clínicas específicas. Entre eles, destacam-se o de Ácido Hialurónico em Medicina Dentária, Branqueamento Dentário, Estratificação de Resinas Compostas, Curso de introdução ao sistema CAD-CAM CEREC e Fotografia em Medicina Dentária. Teremos ainda um curso dedicado, exclusivamente, a Assistentes Dentários.

 

A organização das Jornadas fica sempre nas mãos dos finalistas do curso de Medicina Dentária. Porquê esta filosofia?

A capacidade organizativa e de liderança são características que o médico dentista actual deve possuir no seu perfil de trabalho. Na nossa faculdade, desde os primeiros anos, tentámos incutir nos nossos alunos estas competências, de forma a que a sua integração no mercado de trabalho, tão competitivo e exigente, lhes seja facilitada. Estas características associadas à disponibilidade própria dos jovens e à experiência do corpo docente da nossa faculdade faz com que a organização das Jornadas seja sempre um sucesso.

 

Enquanto presidente das Jornadas, quer deixar alguma mensagem a todos os participantes?

Sim, gostaria de convidar todos os colegas a participarem em mais uma edição das Jornadas de Medicina Dentária do Porto. Realizadas pelo 22º ano consecutivo, patenteamos mais uma vez um elevado nível científica que, certamente, não defraudará aqueles que se dirigirem a FMDUP nos dias 1 e 2 de Abril.

31 Março, 2011
Eventos

Notícias relacionadas

IDS desafia a Covid-19 e trilha novos caminhos para 2021

A incerteza causada pela “crise Covid-19” em curso é também percetível na indústria dentária. Nos últimos meses, os organizadores da 39ª edição do International Dental Show (IDS), em conjunto com a Koelnmesse, têm estado intensamente ocupados com os critérios de segurança, o que faz com que a presença física numa feira internacional como o IDS seja possível.

Ler mais 19 Outubro, 2020
EventosMedicina dentária