Gerodontologia revela-se no Porto

Imagem da notícia: Gerodontologia revela-se no Porto

O I Congresso Ibérico de Gerodontologia promete animar a cidade Invicta nos dias 27, 28 e 29 de Maio.

Pela primeira vez no nosso país, a saúde oral na terceira idade ganha importância junto da classe e junta os especialistas da Sociedade Espanhola de Gerodontologia (Seger) aos portugueses interessados em adquirir novos conhecimentos.

O encontro está agendado para o pólo da Foz da Universidade Católica e exibe uma abordagem extremamente multidisciplinar, com oradores de reconhecida competência. “Pessoalmente tenho uma meta”, confessa o organizador do evento João Espírito Santo. “Quero superar os 200, 250 seria perfeito e 300 o êxtase total”, antevê o médico dentista portuense.

Programa abrangente

O presidente do congresso, João Espírito Santo, adianta que esboçou um programa “à minha medida, que me obrigaria a ir todos os dias ao congresso, como jovem, dentista e clínico”.

Com três dias de actividade, o encontro abre com os cursos de pré-congresso de endodontia e implantologia. Durante a tarde segue-se o curso de patologia oral, com os contributos de António Mano Azul, José Vicente Bagán Sebastián, Barbas do Amaral e António Blanco Hungria.

No dia seguinte, aborda-se o estado actual da especialidade, assim como a reabilitação oral com implantes, prótese fixa e prótese removível e a importância do rejuvenescimento facial. No sábado, o congresso encerra com a cirurgia oral nas vozes de António Felino, José Maria Suarez Quintanilla e Francisco Salvato.

Depois de almoço, os congressistas podem absorver as abordagens de tratamento integrado preconizadas por Ricardo Faria Almeida, Juan Blanco Carrión e António Liñares González. “O sábado contará com um calor humano muito especial, já que os moderadores Rui Franco e Paulo Mascarenhas, formados na Universidade de Michigan, têm um conceito integrado diferente e que causará, decerto, um despique interessante com as visões mais europeias de Ricardo Faria Almeida e Juan Blanco Carrión”, auspicia o responsável.

A conferência de encerramento protagonizada por João Pimenta promete animar as hostes, recorrendo à emoção e criatividade que o especialista imprime nas suas participações. “O Pimenta é um sonhador, um criativo que transporta o seu conceito de beleza para aquilo que faz. E quando somos capazes de evidenciar esse conceito nos dentes dos nossos pacientes, tornamo-nos mais úteis do que aquilo que somos na realidade”, acredita João Espírito Santo.


Leia, na íntegra, esta reportagem na próxima DentalPro nº 25

26 Abril, 2010
Atualidade

Notícias relacionadas

Medicina dentária: pandemia indica que setor tem de se adaptar

A medicina dentária precisa de preparar para futuras crises, conclui um estudo feito pela Al-Quds University em Jerusalém, juntamente com o Ministério da Saúde Palestiniano em Ramala e a Universidade de Iowa (Iowa, Estados Unidos da América).

Ler mais 21 Abril, 2021
AtualidadeMedicina dentária