Estudo comprova melhorias nas bocas portuguesas

Imagem da notícia: Estudo comprova melhorias nas bocas portuguesas

Apesar da generalidade da população portuguesa apresentar patologias dentárias e gengivais com alguma gravidade, este quadro tem vindo a melhorar, não só por acção dos profissionais de saúde oral, mas também devido às campanhas de sensibilização, como o Mês da Saúde Oral.

Em 2009, 40 por cento dos adultos observados durante o Mês da Saúde Oral apresentaram sintomas de abcesso/infecção, dor ou sensibilidade dentária ao ácido, doce, frio ou quente.Entre os que registaram sintomas de patologia, 65,4 por cento procuraram tratamento profissional nos três meses anteriores ao rastreio (48 por cento em 2008).

Segundo o estudo, que abrangeu cerca de sete mil rastreios dentários gratuitos, aumentou de 24 para 27 por cento a percentagem de pessoas com gengivas saudáveis, enquanto que aquelas com dentes sãos passaram de 1,2 para 1,5 por cento.

Promovido pela Colgate e pela Sociedade Portuguesa de Estomatologia e Medicina Dentária, o Mês da Saúde Oral permite efectuar rastreios gratuitos à população, prestando aconselhamento adequado sobre higiene oral.

Graças a esta iniciativa, desde 2000 foi possível realizar mais de 100 mil exames dentários gratuitos e corrigir os hábitos de higiene oral da população. Este ano, a iniciativa decorreu durante todo o mês de Março e congregou um total de 1500 profissionais.

30 Abril, 2010
Atualidade

Notícias relacionadas