Implantologia e CAD/CAM: O futuro é digital!

Com o fortalecimento da implantologia junto do grande público, a medicina dentária vive agora uma nova era marcada pela inovação tecnológica sem precedentes.

Numa altura em que a digitalização e o crescente trabalho em rede definem a prática clínica actual, a reabilitação oral conta hoje com preciosos “aliados” tecnológicos.

A viabilidade dos implantes e das suas superfícies é constantemente escrutinada, aperfeiçoando-se as ferramentas e introduzindo-se uma costumização incisiva. O advento do CAD/CAM serve de suporte ao progresso constante que observamos na implantologia oral, garantindo precisão e respostas adequadas às necessidades de cada paciente.

A padronização tem os dias contados, o futuro inscreve-se agora numa lógica constante de individualização e de foco no paciente.

IDS: plataforma de inovações
Palco da indústria por excelência, a próxima edição do International Dental Show (IDS), que se realiza de 22 a 26 de Março em Colónia, promete surpreender os profissionais com soluções de última geração. Com a implantologia e a tecnologia CAD/CAM em destaque, o IDS antecipa novidades avassaladoras.

“O impacto científico e tecnológico da tecnologia digital tocou praticamente todas as disciplinas dentárias em apenas alguns anos, revolucionando os métodos praticados nos laboratórios de uma maneira nunca antes vista. A importância dos processos digitais em todos os segmentos da medicina dentária deve ser caracterizada, mas jamais exagerada”, enuncia Martin Rickert, presidente da associação alemã de industriais do sector dentário (VDDI) e responsável pela organização do IDS.

“Os dentistas, assim como os técnicos de prótese, têm agora ao seu dispor tecnologia de última geração que, com o auxílio dos avanços nas áreas de diagnóstico, examinação e de planeamento clínico, bem como do CAD/CAM no fabrico das estruturas mais complexas, permite concretizar um vasto conjunto de procedimentos de trabalho com mais precisão e em menos tempo, tornando-os assim acessíveis a todos”, remata.

Novas ferramentas, novas práticas
O profundo impacto destes desenvolvimentos na rotina de trabalho dos médicos dentistas torna-os essenciais. Hoje em dia, o advento do CAD/CAM possibilita restaurações únicas, especialmente quando falamos da alta resistência do zircónio. Também as coroas de cerâmica mais recentes autorizam excelentes soluções para alcançar uma estética e funcionalidade a toda a prova.

Entre as inovações mais importantes encontram-se os monoblocos de cerâmica que, através dos métodos do CAD/CAM, perfazem restaurações anatómicas totais a partir de dissilicato de lítio ou de cerâmica de dióxido de zircónio.
Resultado de um apurado e permanente trabalho de laboratório, a tecnologia que povoa a implantologia e o CAD/CAM exibe ºprocessos novos e revolucionários, que elevam a fasquia na medicina dentária e estabelecem padrões de elevada competitividade no sector.

Fruto deste empenho, revela-se hoje possível antecipar o resultado em boca em modelos extra-
-orais de realismo evidente. A opção pela impressão digital intra-oral está disponível nas mais diversas aplicações da restauração protética e prepara já a sua chegada ao universo da implantologia.

De facto, a vasta rede de opções e soluções ao dispor estreita os laços entre médicos dentistas e técnicos de prótese, ampliando o seu trabalho a uma escala de intervenção real

 

25 Fevereiro, 2011
Atualidade

Notícias relacionadas

Grande Prémio Ciência Viva distingue Alexandre Quintanilha

Alexandre Quintanilha foi distinguido com o Grande Prémio Ciência Viva, pela sua ação notável na promoção da cultura científica. Destaque ainda para o Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, galardoado com o Prémio Ciência Viva Educação, e para a campanha de educação “2 Minutos para Mudar de Vida, que recebeu o Prémio Ciência Viva Media.

Ler mais 24 Novembro, 2020
Atualidade

Elixir bucal pode eliminar o coronavírus?

A pesquisa – liderada pela Universidade de Cardiff, no Reino Unido – afirma que os elixires bucais que contenham 0,07% de cloreto de cetilpiridínio (CPC) estão a mostrar “sinais promissores” na redução do vírus.

Ler mais 20 Novembro, 2020
Atualidade