Bastonário da OMD defende prolongamento da formação académica

Imagem da notícia: Bastonário da OMD defende prolongamento da formação académica

O bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva, defende que o curso de medicina dentária volte a ter seis anos, invertendo as recomendações de Bolonha.

“Com Bolonha, perdeu-se um sexto ano, importantíssimo em termos de experiência clínica e de integração dos médicos dentistas no mercado de trabalho”, afirmou, em declarações à Agência Lusa. Para o bastonário, em relação a essa matéria, “é crescente o consenso dentro da profissão e das faculdades de medicina dentária”.

O bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas falava em Penafiel à margem de um congresso da sociedade científica GIRSO, promovido pela Cooperativa de Ensino Superior, Politécnico e Universitário (CESPU), que reúne algumas dezenas de especialistas de saúde oral de vários países europeus.

28 Maio, 2012
Atualidade

Notícias relacionadas

Grande Prémio Ciência Viva distingue Alexandre Quintanilha

Alexandre Quintanilha foi distinguido com o Grande Prémio Ciência Viva, pela sua ação notável na promoção da cultura científica. Destaque ainda para o Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, galardoado com o Prémio Ciência Viva Educação, e para a campanha de educação “2 Minutos para Mudar de Vida, que recebeu o Prémio Ciência Viva Media.

Ler mais 24 Novembro, 2020
Atualidade

Elixir bucal pode eliminar o coronavírus?

A pesquisa – liderada pela Universidade de Cardiff, no Reino Unido – afirma que os elixires bucais que contenham 0,07% de cloreto de cetilpiridínio (CPC) estão a mostrar “sinais promissores” na redução do vírus.

Ler mais 20 Novembro, 2020
Atualidade