Bastonário da OMD defende prolongamento da formação académica

Imagem da notícia: Bastonário da OMD defende prolongamento da formação académica

O bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva, defende que o curso de medicina dentária volte a ter seis anos, invertendo as recomendações de Bolonha.

“Com Bolonha, perdeu-se um sexto ano, importantíssimo em termos de experiência clínica e de integração dos médicos dentistas no mercado de trabalho”, afirmou, em declarações à Agência Lusa. Para o bastonário, em relação a essa matéria, “é crescente o consenso dentro da profissão e das faculdades de medicina dentária”.

O bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas falava em Penafiel à margem de um congresso da sociedade científica GIRSO, promovido pela Cooperativa de Ensino Superior, Politécnico e Universitário (CESPU), que reúne algumas dezenas de especialistas de saúde oral de vários países europeus.

28 Maio, 2012
Atualidade

Notícias relacionadas