As “desvantagens” para a saúde da partilha de objetos

Imagem da notícia: As “desvantagens” para a saúde da partilha de objetos

Partilhar objetos, como um copo, garrafa ou mesmo um batom, é um hábito comum que pode, no entanto, trazer riscos para a saúde.

Nestes casos, doenças como herpes, hepatite A ou amigdalites são frequentes.

O beijo, por exemplo, pode transmitir estas doenças (as mesmas transmitidas pelo copo), mas com muito mais riscos por ser um contato ainda mais direto. Porém, a troca de salivas só é um sinal de alerta se uma das pessoas tiver uma doença não tratada. No entanto, no caso do vírus do herpes, ele só é transmitido quando está “ativo”, isto é, quando a lesão está vísivel na boa ou nos lábios.

Uma das doenças infecciosas causadas pela troca de saliva é a mononucleose, comum entre os adolescentes. Normalmente confundida com amigdalite, a doença não é grave e é diagnosticada por um exame de sangue.

Baixa imunidade, stresse, exposição solar e feridas são alguns dos fatores que desencadeiam surtos do vírus do herpes. A baixa imunidade também pode ajudar ao surgimento das aftas – lesões que aparecem na mucosa interna da boca.

 

15 Fevereiro, 2013
Atualidade

Notícias relacionadas