Cientistas criam capacete contra tabaco e depressão

Imagem da notícia: Cientistas criam capacete contra tabaco e depressão

Dois cientistas israelitas criaram um capacete que emite ondas magnéticas para o cérebro e que tem efeitos significativos no combate a transtornos como a depressão e o vício do tabaco.

O capacete, desenvolvido pelo neurocientista Abraham Zangen e pelo físico Yiftach Roth, emite ondas magnéticas em alta frequência para regiões mais profundas no cérebro, que até hoje podiam ser acedidas só com intervenções cirúrgicas ou choques eléctricos.

De acordo com Yiftach Roth, o sistema denominado por Estimulação Transcraniana Magnética Profunda pode ser eficaz no tratamento de um leque “muito amplo” de problemas, como a doença de Parkinson, distúrbio bipolar, doença de Alzheimer, autismo, distúrbio obsessivo-compulsivo, dependência de drogas e alcoolismo.

A ideia de desenvolver o sistema surgiu em 2000. Segundo Abraham Zanger, chefe do laboratório de Neurociência da Universidade Ben Gurion, para cada problema é criado um capacete diferente, “adaptado para transmitir as ondas magnéticas para as áreas relevantes do cérebro”.

O psiquiatra Hilik Lewkovitz, do hospital psiquiátrico Shalvata, no qual o sistema já está a ser usado, afirmou que “o número de pacientes que reagiram de maneira positiva a esse tratamento é significativo”.

1 Março, 2013
Atualidade

Notícias relacionadas