Rastreio do cancro oral à espera de resposta da DGS

Imagem da notícia: Rastreio do cancro oral à espera de resposta da DGS

Em declarações à TSF, o bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva, diz que este foi um ano de muito trabalho para dar início ao programa. A promessa do ministro da saúde era o programa começar até ao fim de 2013 ou início de 2014.

De acordo com o bastonário, estão dependentes de ‘timings’ que dependem agora do ministério da Saúde. “Há uma coisa que não falta que é vontade e dotação orçamental adequada, julgo que estaremos dependentes de pormenores”, afirma.

O cancro oral é a sexta causa de morte em Portugal, um dado sublinhado pelo bastonário que explica que, quando arrancar o rastreio, os doentes em risco serão identificados pelos centros de saúde.

3 Janeiro, 2014
Atualidade

Notícias relacionadas