Boa dentição acompanha os centenários

Imagem da notícia: Boa dentição acompanha os centenários

Um estudo revelou que os centenários conseguem manter mais dentes naturais que os idosos mais “jovens”.

A investigação, publicada no Journal of the American Geriatrics Society, revelou que menos de metade das pessoas que nasceram no ano 1900 e atingiram os 65 a 74 anos já não tinham a arcádia dentária.

Comparativamente aos indivíduos que nasceram no mesmo ano mas passaram a marca dos 100 anos, só 37 por cento é que não tinham dentes. Ainda, os netos dos centenários gozam da mesma boa dentição.

O motivo prende-se pela “negligência” da terceira idade relativamente aos problemas orais, visto que não tomam em muita consideração as cáries ou periodontites. Quando sofrem destas doenças não vão ao dentista.

Ainda, devido às alterações da saliva, por influência da idade, medicação e falta de destreza nos movimentos (não conseguem lavar os dentes sozinhos), os idosos apresentam as condições necessárias para um tratamento dentário negligente. O mesmo se aplica a quem tem placa dentária.

Especialistas recomendam a visita regular ao dentista, independentemente da idade.

24 Julho, 2014
Atualidade

Notícias relacionadas