Como posso garantir os meus rendimentos/salário?

Imagem da notícia: Como posso garantir os meus rendimentos/salário?

Artigo de opinião de Teresinha Pereira, diretora da Pacto Seguro.

A nossa qualidade de vida depende exclusivamente do rendimento provindo do trabalho e a questão mais levantada é a afetação que poderá ter se ficar de baixa por uma doença ou um acidente. Será que a segurança social é suficiente para conseguir corresponder aos compromissos financeiros? Esta é a grande preocupação e a grande dúvida. Vamos tentar perceber matematicamente as perdas de rendimento derivadas por uma incapacidade temporária.

A segurança social só atribui a baixa ao profissional liberal a partir do 31º dia e no máximo de 365 dias, caso não seja por tuberculose que não tem data limite termo. Se um médico dentista tiver um rendimento mensal médio de 1.200€ e contrair uma doença que o impossibilite de trabalhar durante 2 meses, esse rendimento será afetado e receberá apenas uma percentagem a partir do 2º mês de baixa. Como contornar este cenário por forma a não prejudicar a sua qualidade de vida e os seus compromissos financeiros?

Poderá contratar um seguro designado por Reposição Salarial que lhe assegura a totalidade do seu rendimento médio ou a parte que fica a descoberto pela segurança social e por um período máximo de 2 anos. É um seguro inovador em Portugal.

Saiba mais na DentalPro 86!

26 Março, 2015
Atualidade

 
imagem
Quer receber a nossa newsletter?
Newsletter semanal com novidades e notícias da medicina dentária. Dirigido especialmente a profissionais do setor.

Vamos guardar os seus dados só enquanto quiser. Ficarão em segurança e a qualquer momento pode editá-los ou deixar de receber as nossas mensagens.

 

Notice: Undefined variable: cats in /home/dentalpro/public_html/wp-content/themes/revista-codigopro-2017-v5/single.php on line 71

Notícias relacionadas

Ana Sofia Lopes concorre a bastonária da OMD

Sob o mote “Já é Tempo de dar Voz aos Médicos Dentistas”, Ana Sofia Lopes apresenta-se como “a médica dentista ideal para liderar a OMD num momento crucial para a profissão e para a saúde oral em Portugal”.

Ler mais 15 Abril, 2024
Atualidade