Fotografia, um pilar da Medicina Dentária

Imagem da notícia: Fotografia, um pilar da Medicina Dentária

Revisão bibliográfica da autoria de Rui Monterroso, Hugo Moreira Pereira e Helena Melo.

Atualmente a prática da Medicina Dentária já não se projeta sem a presença das novas tecnologias, como é o caso da fotografia digital. De facto, nas últimas décadas assistimos a uma revolução no domínio das câmaras digitais, com o desenvolvimento de sensores e lentes que nos proporcionam imagens de grande qualidade. Ao contrário do que era possível com a fotografia analógica, a era digital trouxe a possibilidade de, no imediato, controlar e avaliar a qualidade do registo fotográfico. (Schaaf, H. et al, 2009; Lazar, D. et al, 2011)

Além de funcionar como veículo de comunicação entre clínico e paciente, a fotografia revela-se indispensável na documentação de casos clínicos, no âmbito forense, para fins educacionais ou para publicações científicas. (Lazar, D. et al, 2011; Manjunath, S.G. et al, 2011)

Não obstante, para a obtenção de um padrão fotográfico de qualidade o Médico Dentista deve regular e conhecer uma série de parâmetros técnicos, como os conceitos de iluminação, correta exposição, distância de trabalho, profundidade de campo. A estes aspetos, acrescenta-se a escolha de uma câmara que preencha certos critérios bem como uma série de acessórios, dos quais se destacam uma lente macro, flash ou espelhos. (Lazar, D. et al, 20114)

Portanto, um correto conhecimento do equipamento fotográfico, das definições e das técnicas básicas de captura de imagem revela-se de extrema importância no momento de aumentar a eficiência dos profissionais, valorizando-se, assim, os benefícios da utilização da fotografia na prática clínica em Medicina Dentária.

Este artigo tem como principal objetivo salientar o essencial sobre a fotografia digital no contexto da Medicina Dentária, desmitificando e simplificando alguns dos conceitos inerentes a este tema.

Saiba mais na DentalPro 87!

5 Maio, 2015
Atualidade

Notícias relacionadas

Grande Prémio Ciência Viva distingue Alexandre Quintanilha

Alexandre Quintanilha foi distinguido com o Grande Prémio Ciência Viva, pela sua ação notável na promoção da cultura científica. Destaque ainda para o Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, galardoado com o Prémio Ciência Viva Educação, e para a campanha de educação “2 Minutos para Mudar de Vida, que recebeu o Prémio Ciência Viva Media.

Ler mais 24 Novembro, 2020
Atualidade

Elixir bucal pode eliminar o coronavírus?

A pesquisa – liderada pela Universidade de Cardiff, no Reino Unido – afirma que os elixires bucais que contenham 0,07% de cloreto de cetilpiridínio (CPC) estão a mostrar “sinais promissores” na redução do vírus.

Ler mais 20 Novembro, 2020
Atualidade