“A pandemia do medo também tem que ser combatida”

Imagem da notícia: “A pandemia do medo também tem que ser combatida”

“Temos de libertar as pessoas do medo. Há doenças muito mais graves do que a Covid-19, que têm uma taxa de mortalidade muitíssimo mais elevada e que, se não forem tratadas, aumentam  a probabilidade de mortalidade e a morbilidade”.

A afirmação é do bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, que se confessa preocupado com o afastamento dos doentes dos serviços de saúde. O bastonário, em entrevista publicada pela farmacêutica Roche, traça uma análise ao equilíbrio que é necessário entre a proteção perante um novo vírus e a continuação do tratamento de todas as outras patologias.

Saiba mais aqui.

3 Junho, 2020
Atualidade

Notícias relacionadas