Coimbra dá lição de saúde oral

O Simpósio ABC Saúde Oral tomou, em Setembro, os auditórios do Pólo Universitário III da Universidade de Coimbra para apresentações multidisciplinares e um curso com o reconhecido professor Luiz Narciso Baratieri. Este primeiro encontro científico foi também ocasião para lançamento do CD ABC Saúde Oral, que quer invadir a população portuguesa com conselhos e informação fulcral para uma boa saúde oral.

“A participação foi boa e perfeitamente enquadrada com os objectivos e espírito propostos para este evento. A nível científico podemos afirmar que, quer o simpósio multidisciplinar quer o curso de estética, se pautaram por um nível elevadíssimo, o que não constituiu qualquer surpresa”, foi o balanço dado pelo professor da faculdade conimbricense, João Carlos Ramos, responsável pela comissão organizadora.

De facto, o princípio que norteou a iniciativa baseou-se no “enaltecimento da importância de uma medicina dentária preventiva, conservadora e cientificamente curativa”. Neste sentido, os palestrantes, na sua maioria professores da Universidade de Coimbra, exploraram temas diversificados que permitiram uma abordagem transversal dos cuidados de saúde oral. O grande chamariz do simpósio esteve mesmo sob a imagem de Baratieri, docente e clínico brasileiro que já dissecou a sua competência na área da estética em diferentes publicações e conferências internacionais.

Destacou-se também o lançamento de um CD educativo, de autoria do corpo docente de Medicina Dentária da Faculdade de Mecicina de Coimbra. Esta obra, de distribuição gratuita, lança uma “onda” esclarecedora sobre a população portuguesa quanto à saúde oral e, segundo as previsões dos autores, pode ainda facilitar a comunicação e interacção entre o médico dentista e o seu paciente. ” Do ponto de vista estrutural está segmentado em quatro grandes capítulos. O primeiro com informação geral sobre a cavidade oral, o segundo totalmente dedicado à higiene oral, o terceiro aborda as principais patologias que podem surgir na cavidade oral, e, por fim, o quarto que foca diversas terapêuticas, actualmente, disponíveis no âmbito da medicina dentária”, clarificou João Carlos Ramos, frisando ainda a colaboração de uma equipa multidisciplinar ampla e de várias empresas na concepção do CD.

 

Texto integral na edição 31 da Revista DentalPro

10 Novembro, 2010
Eventos

Notícias relacionadas

IDS desafia a Covid-19 e trilha novos caminhos para 2021

A incerteza causada pela “crise Covid-19” em curso é também percetível na indústria dentária. Nos últimos meses, os organizadores da 39ª edição do International Dental Show (IDS), em conjunto com a Koelnmesse, têm estado intensamente ocupados com os critérios de segurança, o que faz com que a presença física numa feira internacional como o IDS seja possível.

Ler mais 19 Outubro, 2020
EventosMedicina dentária