Sexo oral pode provocar cancro na boca

Imagem da notícia: Sexo oral pode provocar cancro na boca

Tradicionalmente, o cancro oral afetava sobretudo homens a partir dos 50 anos com hábitos alcoólicos e tabágicos acentuados. Mas esta realidade alterou-se e atualmente são diagnosticados casos em jovens aparentemente saudáveis. Este facto deve-se à infeção pelo vírus do papiloma humano (HPV), com grande afinidade para as mucosas oral e genital.

De acordo com o portal Ciência Viva, a prática de sexo oral desprotegido é um fator de risco para esta infeção e, por conseguinte, para o desenvolvimento de cancro oral. Estas lesões tumorais surgem, sobretudo, na língua e no palato (céu da boca), em jovens de ambos os sexos.

“Os registos do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa atestam esta realidade, gerando grande preocupação entre todo o corpo clínico”, afirma o Daniel de Sousa, chefe de Serviço de Cirurgia da Cabeça e Pescoço do IPO de Lisboa e de Medicina e Patologia Oral da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa.

O médico está a organizar o VI Congresso de Oncologia Oral para trazer a Portugal os maiores especialistas mundiais nesta matéria, que apresentarão trabalhos originais sobre os mecanismos de infeção do HPV, fatores de risco e implicações no tratamento do cancro oral.

10 Maio, 2012
Atualidade

Miele Professional apresenta a solução inovadora Pay-per-use

Notice: Undefined variable: cats in /home/dentalpro/public_html/wp-content/themes/revista-codigopro-2017-v5/single.php on line 71

Notícias relacionadas

Duarte Marques é o novo presidente da SPEMD

Duarte Marques, professor de Medicina Dentária da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa (FMDUL), foi eleito Presidente da SPEMD, Sociedade Portuguesa de Estomatologia e Medicina Dentária, para o próximo mandato, que terá início em 2022.

Ler mais 18 Janeiro, 2022
Atualidade