“É a possibilidade de transformar um sorriso que me faz vibrar”

Imagem da notícia: “É a possibilidade de transformar um sorriso que me faz vibrar”

DentalPro: Como é que a medicina dentária “entra” na sua vida?

Cristina Baptista: Eu comecei por estudar psicologia e entretanto pedi transferência para medicina dentária. Gostava muito da área médica e poder “mexer” no sorriso das pessoas foi algo que me atraiu mesmo. Na realidade, as duas áreas (psicologia e dentária) sempre estiveram presentes ao longo da minha carreira. Sou uma pessoa muito pragmática e sempre achei que devia existir uma medicina dentária que fosse mais interessante para as crianças. Entretanto, já em medicina dentária, descobri a ortodontia e fiquei rendida, pois esta era a área onde encontrava tudo o que procurava – as áreas da criatividade, do sorriso, da física e da ciência e, ainda, o aspeto manual da questão. Assim, no quinto ano decido que é em ortodontia que quero trabalhar e faço um curso com a técnica MBT. Na verdade nunca cheguei a fazer medicina dentária geral, pois percebi rapidamente que o que queria era a ortodontia e aqui estou, há 20 anos!

DP: O que a atrai especialmente em ortodontia?

CB: A criatividade de mudar um sorriso e a componente biomecânica. Idealizamos como vai ficar a boca e depois temos de realizar este projeto. O trabalho manual que está implícito e a biomecânica, tal como o aspeto científico de toda a questão, fascinam-me. No entanto, é sobretudo a possibilidade de transformarmos um sorriso que me faz vibrar. As pessoas ficam irreconhecíveis, as emoções mudam e alteram aquela quinta dimensão do sorriso.

Leia a entrevista na íntegra na DentalPro 56

27 Julho, 2012
Entrevistas

Notícias relacionadas

Nasceu o laboratório Pedro Estadão Dental Studio

Pedro Chora Estadão abraçou, no início do ano, a responsabilidade técnica dos laboratórios Labimplant e Marum-Tecnidente do grupo Instituto de Implantologia. No entanto, a situação gerada pela pandemia de Covid-19 alterou os seus planos, terminando assim a sua ligação a João Caramês e encetando um novo desafio profissional: a criação do seu próprio laboratório, o Pedro Estadão Dental Studio.

Ler mais 2 Setembro, 2020
EntrevistasPrótese dentária