Isolada célula do siso que consegue regenerar tecidos

Imagem da notícia: Isolada célula do siso que consegue regenerar tecidos

A célula estaminal do dente do siso é capaz de regenerar tecidos ósseos, hepáticos e nervosos. Esta é a conclusão de um grupo de investigadores da Universidade Internacional da Catalunha.

A equipa liderada por Maher Atari comprovou ‘in vitro’ a capacidade da célula estaminal pluripotente extraída da polpa dentária do terceiro molar, mais conhecido por dente do siso.

Este processo consistiu no isolamento da célula em pacientes com idades compreendidas entre os 14 e os 60 anos.

Segundo a agência EFE, os especialistas usaram o terceiro molar na investigação dado que este é o último dente a desenvolver-se nos adultos e é capaz de proporcionar uma boa quantidade de tecido pulpar para o isolamento das células estaminais adultas pluripotentes.

A investigação publicada na revista Journal of Cell Science concluiu também que as células estaminais pluripotentes estão sempre presentes na polpa dentária, podendo ser isoladas independentemente da sua idade.

6 Dezembro, 2012
Atualidade

 
imagem
Quer receber a nossa newsletter?
Newsletter semanal com novidades e notícias da medicina dentária. Dirigido especialmente a profissionais do setor.

Vamos guardar os seus dados só enquanto quiser. Ficarão em segurança e a qualquer momento pode editá-los ou deixar de receber as nossas mensagens.

 

Notice: Undefined variable: cats in /home/dentalpro/public_html/wp-content/themes/revista-codigopro-2017-v5/single.php on line 71

Notícias relacionadas

Conselho diretivo da OMD elege membros

A 6 de julho, na Fundação Champalimaud, em Lisboa, os membros do Conselho Diretivo (CD) da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) elegeram Maria João Ponces para o cargo de vice-presidente, Paulo Miller para tesoureiro, António Cabral e Maria Carlos Real Dias para secretários.

Ler mais 22 Julho, 2024
Atualidade

SMD presente na sede da IGAS

No dia 16 de julho, o Sindicato dos Médicos Dentistas (SMD) esteve presente na sede da Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS), onde prosseguiu o seu périplo de reuniões com as entidades inspetivas. A reunião "foi profícua, já que foram debatidos vários assuntos sobre as atuais reivindicações da classe e implicações na atividade", refere o sindicato.

Ler mais 19 Julho, 2024
Atualidade