ANEMD afirma ser prioritária a vacinação dos estudantes de medicina dentária

Imagem da notícia: ANEMD afirma ser prioritária a vacinação dos estudantes de medicina dentária

A Associação Nacional de Estudantes de Medicina Dentária (ANEMD) dirigiu-se à ministra da Saúde, Marta Temido, e ao coordenador da Task Force do Plano de Vacinação Contra a Covid-19, Henrique Gouveia e Melo, a propósito da vacinação prioritária destes estudantes.

“Em nome dos mais de 3.500 estudantes de medicina dentária em Portugal, representados pela ANEMD, alertamos para o imperativo de incluir os estudantes inscritos nos 4º e 5º anos do Mestrado Integrado na vacinação prioritária contra a Covid-19. A inclusão dos estudantes de saúde que se encontram a realizar atividades letivas em contexto clínico e hospitalar deve estar conforme os critérios prioritários estabelecidos para os profissionais de saúde, uma vez que estão sob as mesmas condições, assumindo-se muitas vezes como uma mais-valia para assegurar os cuidados de saúde na linha da frente. Sabemos que os estudantes de medicina dentária estão diariamente expostos a uma variedade de agentes infeciosos, incluindo o vírus SARS-CoV-2, que são transportados por aerossóis gerados durante a realização de determinados procedimentos clínicos e que promovem um aumento da disseminação de gotículas respiratórias e, por isso, do risco da infeção cruzada. Por essa razão, todos os estudantes de medicina dentária que se encontram diretamente envolvidos na prestação de cuidados de saúde oral devem ser incluídos nos grupos prioritários de vacinação contra a Covid-19”.

Rúben Felizardo, presidente da ANEMD, diz ainda que “no passado dia 15 de fevereiro foi amplamente noticiada a inclusão dos estudantes de medicina e de enfermagem nos grupos prioritários da vacinação contra a Covid-19, algo que não se verificou, até à data, para os estudantes de medicina dentária. Encontramo-nos solidários com a escassez de vacinas em Portugal, pelo que alertamos para a necessidade de ser revelado, o mais brevemente possível, o momento em que está prevista a aplicação dos mesmos critérios para aqueles que se encontram sob as mesmas condições. Na impossibilidade de alguns destes estudantes poderem ser incluídos nas primeiras fases de vacinação prioritária, é urgente que, com base na ciência, se divulguem critérios específicos que delineiem as prioridades subsequentes das restantes fases, uma vez que estes futuros profissionais de saúde, pelo papel que têm na atual crise, devem ser assumidos como prioritários aquando do alargamento da capacidade de inoculação”.

19 Fevereiro, 2021
Medicina dentária

Notícias relacionadas

SOPIO: IV Meeting realiza-se em maio

Depois de o evento de 2020 ter sido adiado, o encontro dos especialistas em implantologia oral vai acontecer no próximo mês de maio, num formato virtual.

Ler mais 5 Abril, 2021
AtualidadeEventosMedicina dentária