“Gosto pela arte e pelo detalhe” motivam formação em Medicina Dentária

Imagem da notícia: “Gosto pela arte e pelo detalhe” motivam formação em Medicina Dentária

Nuno Sousa Dias contou-nos em entrevista como cresceu a sua paixão pela Medicina Dentária.

“O gosto pela arte e pelo detalhe, assim como a destreza manual que sempre tive desde muito jovem, constituíram valências que me motivaram para a formação em Medicina Dentária. A par disso, o exemplo próximo do meu pai que, como médico, dedicou a sua vida à profissão entregando-se com o máximo rigor e paixão, tendo sido, não só a melhor herança que me deixou, como também decisivo nas perspetivas que delineei para o meu futuro. O entusiasmo pela Ortodontia surgiu após um intercâmbio que fiz no Brasil durante seis meses na ULBRA no estado do Rio Grande do Sul. Após a conclusão do curso, informei-me sobre qual seria a melhor universidade para fazer um programa completo e sério, na área da Ortodontia. Na altura, queria enveredar pela Ortodontia Lingual e, dentro do que procurei e das informações que obtive, cheguei até à Universidade de Telavive, em Israel, instituição que foi pioneira a nível mundial nesta área. Aí permaneci cerca de quatro anos e quando regressei a Portugal abri a clínica NSD-Ortodontia. Entretanto, o Hélder Oliveira contactou-me….”

Leia a entrevista na íntegra na DentalPro 83, aqui.

12 Dezembro, 2014
Entrevistas


Notice: Undefined variable: cats in /home/dentalpro/public_html/wp-content/themes/revista-codigopro-2017-v5/single.php on line 71

Notícias relacionadas

“São duas paixões e, envolvendo elas amor, exigem tudo de nós”

As paixões que Catarina Reis refere são a medicina dentária e o polo aquático. Médica dentista desde 2018 e praticante de polo aquático há cerca de 10 anos, garante-nos que “estar apaixonado pelo que se faz dá-nos a certeza de que estamos a ser os melhores”.

Ler mais 29 Julho, 2022
EntrevistasMedicina dentária