“Sempre tive um espírito inquieto”

Imagem da notícia: “Sempre tive um espírito inquieto”

Falámos há cerca de quatro anos, no mesmo local: Unidade de Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial do Hospital CUF Descobertas. Esta unidade foi criada em 2000 e é coordenada por ele desde o início. Pedro Correia, que possui um currículo invejável na área da medicina e cirurgia oral, assume-se um constante insatisfeito.

“Sempre tive um espírito inquieto. Comecei por fazer Medicina em 1983. Era uma área que me despertava curiosidade. Mas mantive, ao longo dos últimos três anos de curso, a vontade de mudar para Medicina Dentária. Na altura, os três primeiros anos da formação em Medicina e Medicina Dentária eram comuns e, por isso, necessitei apenas de mais três para me tornar médico dentista. Estávamos no ano de 1986 quando terminei o curso. Mais uma etapa cumprida e mais incertezas. Após um ano entre as quatro paredes de um consultório, decidi fazer o chamado internato policlínico, um estágio que os médicos têm de fazer para ficarem aptos a exercer clínica geral. Voltei assim à vida hospitalar, trabalhando como clínico geral de manhã e como médico dentista dde tarde. Mas, após 18 meses de internato geral, decidi dedicar-me a tempo inteiro à dentária. Passaram 10 anos, enquanto médico dentista generalista, período em que mantive sempre o vínculo à faculdade na qualidade de Assistente Convidado de Cirurgia Oral. Com esta experiência, fui-me apercebendo da complexidade dos casos e assumi que a via natural seria a especialização na área da cirurgia oral. Assim, em 1995, optei por sair de Portugal e fazer um estágio de um ano em Antuérpia, na Bélgica. Foi o ponto de viragem na minha vida profissional”.

Toda a entrevista na DentalPro 95!

22 Dezembro, 2015
Entrevistas

Notícias relacionadas

Nasceu o laboratório Pedro Estadão Dental Studio

Pedro Chora Estadão abraçou, no início do ano, a responsabilidade técnica dos laboratórios Labimplant e Marum-Tecnidente do grupo Instituto de Implantologia. No entanto, a situação gerada pela pandemia de Covid-19 alterou os seus planos, terminando assim a sua ligação a João Caramês e encetando um novo desafio profissional: a criação do seu próprio laboratório, o Pedro Estadão Dental Studio.

Ler mais 2 Setembro, 2020
EntrevistasPrótese dentária