Artur Lima é candidato a bastonário da OMD

Imagem da notícia: Artur Lima é candidato a bastonário da OMD

Artur Lima formalizou a 15 de maio a candidatura a bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD). Sob o Lema “Renovar com confiança. Honrar o Passado. Garantir o Futuro”, o candidato pretende implementar um conjunto de medidas especialmente dedicadas aos profissionais mais jovens e promete colocar as preocupações dos médicos dentistas na agenda do país. Isenção do pagamento de quotas nos primeiros três anos após a inscrição; benefícios para os médicos dentistas seniores que contratem a termo os colegas mais jovens; e garantir apoios por ser uma profissão de desgaste rápido são algumas das muitas medidas propostas pela lista encabeçada por Artur Lima.

“Sei bem dos caminhos da nossa profissão. No serviço da prática clínica pública, sei bem dos obstáculos que tivemos e que temos de ultrapassar para o reconhecimento da importância da medicina dentária nos sistemas de saúde públicos. No exercício da prática clínica privada, sei bem das dificuldades que enfrentamos para exercer a nossa profissão. Nos fóruns multidisciplinares e grupos de trabalhos governamentais em que representei e defendi a importância da medicina dentária, sei bem dos desafios que tivemos e que temos, ainda hoje, de ultrapassar para a dignificação da nossa atividade. Como presidente do congresso que fui e membro do conselho diretivo da Ordem que sou, sei bem do caminho percorrido e dos desafios que enfrentámos para afirmar a importância da medicina dentária na saúde pública dos portugueses. Na construção do Programa Regional de Saúde Oral dos Açores, como autor do Programa de Saúde Escolar M6, como representante da Ordem no Grupo de trabalho do ministério da Saúde para criação da carreira especial de medicina dentária que ficou aprovada e como responsável pela elaboração do projeto de criação das competências setoriais na nossa Ordem, estive sempre na linha da frente da defesa da medicina dentária em Portugal”.

Acrescenta: “Sempre fiz e sempre farei tudo o que estiver ao meu alcance para valorizar o que nos é comum, para construir uma Ordem solidária, uma Ordem de confiança, uma Ordem que seja capaz de assegurar um futuro digno, justo e próspero para a nossa profissão. É por isso que, perante os desafios que vivemos e o que temos de fazer para projetar o futuro, decidi candidatar-me a bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas. A minha candidatura é independente, livre e nacional. Entrego-me a esta candidatura sem hesitação e sem calculismo. Não tenho nem represento quaisquer interesses particulares. Não tenho ambições pessoais. Não procuro projeção ou notoriedade. Candidato-me por paixão à profissão que escolhi. Candidato-me porque acredito que podemos fazer melhor no presente e responder com competência aos desafios do futuro. Sou candidato a bastonário com a determinação e a liberdade de quem se entrega a uma causa maior, com independência e desprendimento, com sentido de responsabilidade e vontade de servir”.

Artur Lima afirma ainda que tem apenas um objetivo: “a dignificação da profissão e o futuro da medicina dentária no nosso país. Serei um bastonário presente, próximo de todos, capaz de reunir, de ouvir e procurar soluções. Darei tudo o que puder, o melhor de mim mesmo, mas também sei que esta tarefa só tem sentido se for vivida e assumida por todos nós. A minha candidatura é de todos os que me acompanham e pertence a todas as mulheres e homens que fazem da sua profissão a medicina dentária e contribuem dedicadamente para a saúde oral de todos os portugueses. Com persistência e determinação, procuraremos contribuir para a união e convergência entre todos, quer dos mais jovens, que dão os primeiros passos na profissão, quer de todos aqueles que, ao longo dos anos, nos centros de saúde, nos consultórios, nos hospitais e nas academias contribuem para o prestígio da medicina dentária portuguesa. Juntos, afirmaremos uma visão estratégica que não prescinde do reforço da nossa independência, da nossa capacidade de decisão e do nosso reconhecimento como um parceiro indispensável na prossecução da saúde pública em Portugal. Estamos prontos para trabalhar. Conto com todos para renovarmos com confiança, honrarmos a Ordem e garantirmos o futuro. Podem contar comigo!”.

A lista encabeçada por Artur Lima integra ainda Sampaio Fernandes, Helena Rebelo, Inês Guerra Pereira, Ricardo Faria Almeida, Cristina Manso, Ana Azul, Francisco Vale, Filomena Salazar, entre outros. As eleições decorrem no dia 27 de junho.

18 Maio, 2020
Atualidade

Notícias relacionadas

Grande Prémio Ciência Viva distingue Alexandre Quintanilha

Alexandre Quintanilha foi distinguido com o Grande Prémio Ciência Viva, pela sua ação notável na promoção da cultura científica. Destaque ainda para o Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, galardoado com o Prémio Ciência Viva Educação, e para a campanha de educação “2 Minutos para Mudar de Vida, que recebeu o Prémio Ciência Viva Media.

Ler mais 24 Novembro, 2020
Atualidade

Elixir bucal pode eliminar o coronavírus?

A pesquisa – liderada pela Universidade de Cardiff, no Reino Unido – afirma que os elixires bucais que contenham 0,07% de cloreto de cetilpiridínio (CPC) estão a mostrar “sinais promissores” na redução do vírus.

Ler mais 20 Novembro, 2020
Atualidade