Menina Doutora

Imagem da notícia: Menina Doutora

Partilhamos o poema da médica dentista Cátia íris Gonçalves publicado na DentalPro 146:

A menina doutora atende a urgência:
Da velhinha ao miúdo cheio de impertinência;
Os experientes brincam, “que sabe ela da vida?”
E é para ela que marcam o paciente com sida.

A menina doutora vive em casa dos pais,
O seu porto de abrigo, onde abafa os seus ais.
Mal sabendo os seus pares já estabelecidos
De todo o seu rol de duelos vencidos.

Chora à noite, sozinha, antes de dormir
Imaginando os sonhos que ainda estão por vir.
Quer respeito, estatuto e o reconhecimento
Mas, diabos, porque há-de ser o percurso tão lento?

A família ansiosa pelo sucesso merecido
E os colegas sorriem com um orgulho franzido.
“Já acabou o curso?”, ouve todos os dias,
E responde com risos até às consultas tardias.

Troca a sua vaidade e vida social
Por horas de trabalho e pouco material.
Gostava de poder ter um ordenado
Mas, ouve “no início, ninguém é remunerado!”

Querem tê-la na clínica como cartão de visita
Porque a menina doutora “é mesmo bonita”.
O colega de curso já tem descapotável
E a menina anda a pé, sem retorno palpável.

A menina doutora, vi-a ali num cantinho
com os olhos molhados, caída do ninho.
Mal sabe esta menina, Senhora, Doutora
Que num destes dias se fará vencedora.

De repente, Doutora, está bem conservada,
É senhora, tem carro e casa montada
Com metade daquilo que ganhou o colega
Fez-se à vida e orgulha a quem a emprega.

Daquela menina já só resta a memória
E a vivência de toda uma espantosa história.
A Senhora Doutora é muito capaz
E dizem que faz tudo o que um homem faz.

O colega deixou família e profissão
Diz que se fartou e se virou para a gestão.
Ela sabe que a vida não é algarismo
E trata quem precisa, com o seu altruísmo.

A menina doutora não morrerá rica,
Só com um percurso que a dignifica.
E já Senhora dos seus passos seguros
Inspirará os demais, ainda imaturos.

8 Julho, 2020
Opinião

Notícias relacionadas

Nélio Veiga: o ensino da medicina dentária em período pandémico

Nélio Veiga, coordenador do segundo ciclo de estudos do Curso de Mestrado Integrado em Medicina Dentária (MIMD) da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade Católica Portuguesa (FMD-UCP), fala-nos sobre o ensino da medicina dentária e dos grandes desafios das universidades nesta fase de adaptação.

Ler mais 8 Outubro, 2020
FormaçãoMedicina dentáriaOpinião

Francisco do Vale: o ensino da medicina dentária em período pandémico

Francisco do Vale, coordenador do Curso de Mestrado Integrado em Medicina Dentária (MIMD) e da Área de Medicina Dentária (AMD) da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), fala-nos sobre o ensino da medicina dentária e dos grandes desafios das universidades nesta fase de adaptação.

Ler mais 6 Outubro, 2020
FormaçãoMedicina dentáriaOpinião